Ação educativa sobre diabetes

Neste mês, os alunos do 8º ano B receberam uma visita pra lá de especial. A ex- aluna do ICJ e atualmente nutricionista especializada em nutrição clínica, Beatriz Diniz Gabriel, esteve na turma para ministrar uma palestra sobre diabetes. A temática interessa muito aos estudantes dessa sala, pois eles farão uma apresentação sobre tecnologias assistidas no controle da diabetes durante a realização da Mostra de Ciências e Tecnologia, que acontece no dia 21 de setembro.

Beatriz esclareceu várias questões sobre a doença, principalmente no que diz respeito a restrição alimentar e as causas e cuidados com a hipoglicemia. Além disso, os alunos conheceram mais sobre as tecnologias que auxiliam desde o controle da glicose até o auxílio na prevenção de diabetes.

Projeto #BullyingEstouFora

A partir do segundo semestre deste ano, o Colégio ICJ embarcou fundo na conscientização em relação ao bullying com a campanha #BULLYINGESTOUFORA. Realizado com os alunos desde o 3º ano do Ensino Fundamental I até o 3º ano do Ensino Médio, a atividade foi marcada por vídeos e frases que propiciam a reflexão sobre o assunto.  Além disso, algumas turmas registraram suas ideias acerca desse tema com manifestações escritas e desenhos.

Segundo a coordenadora do Serviço de Orientação Educacional (SOE) do colégio, Emmanuelle Brasil, o projeto surgiu da necessidade de prevenir práticas de bullying dentro e fora do contexto escolar. “Acreditamos que é importante trazer essas conversas e debates para a sala de aula para que os alunos consigam se colocar no lugar do outro”, conclui.

O bullying causa consequências graves na vida de todos os envolvidos. Os agressores podem se tornar adultos violentos e as vítimas tendem a desenvolver problema graves como depressão. O papel da escola não se restringe apenas à formação de bons profissionais para o mercado, mas também o desenvolvimento de pessoas críticas e éticas!

Confira todas as fotos dessa atividade no nosso Flickr:

WhatsApp Image 2019-08-28 at 15.04.08

Aprendendo sobre sistema monetário de forma lúdica

Uma famosa atividade simbólica e carregada de significados ficou conhecida como “Mercadinho da Alegria”, no 1º ano do Ensino Fundamental. Com o intuito de enriquecer a aprendizagem sobre o sistema monetário, as crianças puderam fazer suas compras fictícias pagando e recebendo o troco com dinheiro de brinquedo.

Dentre inúmeras finalidades dessa atividade, algumas delas são: desenvolver a consciência critica frente ao consumo, aperfeiçoar o raciocínio logico matemático e aprimorar cálculos e resoluções de problemas concretos com as quatro operações fundamentais da matemática.

Confira as fotos dessa atividade no nosso Flickr:

WhatsApp Image 2019-08-09 at 17.31.43

 

A introdução da letra cursiva

Com o intuito de introduzir a letra cursiva de forma lúdica e divertida, a professora Alessandra utilizou uma caixa de areia colorida. Com as mãos, os alunos modelaram a areia e conseguiam dar forma as letras (confira o resultado nas imagens a seguir). Nesse sentido, as crianças desenvolvem mais segurança para escrever sem a complexidade da atividade psicomotora de escrever em traço fino como de lápis ou caneta.

A aprendizagem sobre a família

Por meio de uma atividade interdisciplinar entre artes, geografia, história e português, os alunos do 2º ano A puderam refletir sobre as relações familiares. A professora Simone Coutinho separou os estudantes em grupos e eles pensaram sobre situações em família que acontecem cotidianamente. Depois de cada grupo escolher uma acontecimento específico, os alunos apresentaram para a turma o reflexão deles em forma de teatro.

Posteriormente, a turma foi transformada em uma roda de conversa para discutir possíveis problemas e suas soluções.

As fotos dessa atividade se encontram no nosso Flickr:

WhatsApp Image 2019-07-07 at 18.24.31

 

Aprender e se divertir é possível!

Para compreender as operações e os números, os alunos do 1º ano contam com um grande aliado: o Pense Matemática. Nessa plataforma as crianças podem desenvolver suas habilidades lógicas e matemáticas de forma lúdica, por meio de jogos e brincadeiras. Dessa forma, a professora Alessandra levou os alunos do 1º ano B para o Laboratório de Inovação, para que eles exercitassem o conteúdo de adição aprendido em sala.

Confira as fotos desse atividade pelo nosso Flickr:

WhatsApp Image 2019-07-12 at 14.58.48

 

Maquetes auxiliam na compreensão espacial

Um recurso didático muito utilizado na disciplina de Geografia são as maquetes, pois possibilitam um domínio visual de todo o conjunto espacial de uma determinada temática. Com isso, por meio de uma atividade realizada em sala, os alunos do 2º ano A produziram maquetes de diferentes estruturas de bairro. Contando com o auxilio da professora Simone Coutinho, os estudantes montaram essas representações  com materiais de fácil manuseio como caixinhas de fósforo, isopor e papel colorido.

Confira as fotos dessa atividade pelo nosso Flickr:

WhatsApp Image 2019-07-07 at 18.26.47

Os 4R’s e o desenvolvimento sustentável

Os alunos do 3º ano C aprenderam na prática os caminhos para a sustentabilidade trabalhando os 4Rs (reutilizar, reciclar,  repensar e reduzir) para diminuir o volume de lixo em Belo Horizonte. A professora Juliana Pessoa solicitou aos alunos que eles guardassem alguns componentes de lixo produzidos em suas casas por uma período de 48 horas e o resultado foi surpreendente:  29 garrafas pet, 16 garrafas e vasilhas de plástico, 62 copos descartáveis, 21 canudos de plástico e 48 tampinhas de plástico.

No dia em que os alunos levaram esse material recolhido em casa para a escola, a professora realizou uma roda de conversa com os alunos para uma troca de sugestões sustentáveis com o intuito de diminuir o lixo em BH. A aluna Mariana Alves, ao final da dinâmica, relatou: “Estudar a sustentabilidade e os 4Rs está sendo bom e preocupante, devemos pensar no problema do lixo agora para salvar o nosso planeta”. Já sua colega de classe, Giovanna Vitória, deixou a reflexão: “A sustentabilidade deveria ser falada e pensada todos os dias, quero que meus filhos no futuro tenham um planeta limpo e bonito para viver”.

Os alunos Rafael Vital e Murilo Rodrigues, pensando em soluções a curto prazo para o problema, compraram canudos de metal para diminuir a quantidade de canudos plásticos no mundo. “Vou levar meu canudinho de aço para todos os passeios, assim não vou usar mais o canudo de plástico e ajudarei a melhorar as águas dos mares”, disse Rafael. Por fim, Murilo concluiu “o canudo de aço vai fazer diminuir a quantidade de canudinho de plástico que uso, são tantos por ano que nem sei contar”.

As garrafas coletadas foram entregues para serem reutilizadas com artesanato e os demais resíduos foram depositados nos lixos de coleta seletiva para a devida reciclagem.

Confira todas as fotos dessa atividade no nosso Flickr:

WhatsApp Image 2019-07-10 at 19.09.10