Alunos ICJ premiados na OBA

Alunos do Ensino Fundamental II e Ensino Médio ICJ alcançaram excelentes resultados na prova da Olimpíada Brasileira de Astronomia.

Vinte e três jovens se destacaram na competição e conquistaram medalhas de ouro, prata e bronze.

Dentre eles, o estudante Gabriel Mancosu, do 9º ano, tirou nota máxima na prova e foi considerado um dos melhores do Brasil. Com isso, foi selecionado para participar da etapa internacional da olimpíada.

Todos do ICJ estão muito orgulhosos com o feito dos alunos e parabenizam pelo esforço e dedicação!

 

Confira todos os alunos premiados:

OURO

– Gabriel Drumond Mancosu – 9º ano

– Gabriel Lucas da Silva Santos – 7º ano

– Letícia Canesso de Oliveira Agostini – 7º ano

– Matheus Antônio Giffoni Roland de Souza – 8º ano

– Matheus Assis Maia – 7º ano

 

PRATA

– Ana Carolina Martins Alvim – 8º ano

– Cássio Moura Farinelli – 7º ano

– Daniel Gomes Pereira – 6º ano

– Mateus Dias Andrade – 6º ano

– Pedro Garcia Ribas – 8º ano

– Rafael Braga Araujo Moraes -7º ano

– Alice Parreira Campos – 2º ano Ensino Médio

 

BRONZE

– Caio Fernandes Innecco – 7º ano

– Daniel Cristo – 7º ano

– Gabriel Ângelo Cardoso Silva – 7º ano

– Gabriela Oliveira Novais – 7º ano

– Henrique Castro Parma – 6º ano

– Jéssica Marques Fialho – 9º ano

– Letícia Barbosa Simões – 8º ano

– Letícia Soares Barbosa – 6º ano

– Lorena de Almeida Felizardo – 7º ano

– Pedro Augusto Azeredo Antunes – 9º ano

– Ronald Rodrigues Souza Nunes – 7º ano

1º ano do Ensino Médio faz visita ao Caraça

Os alunos do 1º ano do Ensino Médio visitaram, nos dias 19 e 20 de setembro, o Santuário do Caraça.

Lá, participaram de aulas “in loco”, ultrapassando os muros da escola e transcendendo os conteúdos geográficos, biológicos, históricos e artísticos.

“A turma teve a oportunidade de ver um jardim de riquezas com  as flores brotando no peito das pedras, o verde da vegetação, o entardecer a beira do lago, o nascer do sol, o canto dos pássaros e o lobo guará. Além disso, os alunos sentiram o cheiro da terra, a água fria do rio, o ar, as montanhas, o sabor e, no final da tarde, conversaram com o Padre Lauro. Comeram quitandas e, ao lado do fogão a lenha, esquentaram o queijo. Enfim, saborearam, viram coisas e sentiram quanta beleza há naquele local abençoado por Deus.” Conta Rosa Simões, Coordenadora do Ensino Médio.

Confira as imagens em: https://flic.kr/s/aHskF22EU4

Cinema saudável

Alunos do 6º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio participaram do programa “Cinema Saudável”, oferecido pela cantina Bem Nutrido em parceria com o ICJ.

Para as turmas do 6º ano, as nutricionistas Juliana Abrahão e Nakita Agostini realizaram palestra com dados relativos à alimentação infantil no Brasil.

Já para os demais estudantes, houve a exibição do documentário sobre “Muito além do peso” seguido de um bate-papo com as profissionais.

A temática tratada abordou a qualidade dos alimentos e à publicidade dos produtos. A ideia era plantar uma semente para que os alunos passassem a refletir sobre o valor nutricional dos alimentos que consomem.

Foi dada ênfase às consequências da alimentação indevida, muitas vezes baseada majoritariamente em alimentos processados e industrializados.

As nutricionistas explicaram que a quantidade de açúcar e gordura ingerida no dia a dia de crianças vem aumentando cada vez mais, ocupando o lugar do consumo de frutas, verduras e legumes.

Os alunos se impressionaram com os dados abordados. A maioria alegou não saber que alimentos frequentemente presentes em seus cotidianos podiam ser tão prejudiciais à saúde.

Alguns compartilharam que já fazem acompanhamento com nutricionista e outros disseram que passaram a entender melhor a preocupação dos pais com uma alimentação balanceada. Uma das estudantes chegou a afirmar ainda que a dinâmica reforçou sua escolha pelo curso de Nutrição na graduação!

O programa da Bem Nutrido também será oferecido para pais, professores e funcionários. No dia 18 de setembro, o “Cinema saudável” será aberto a toda comunidade ICJ. As inscrições são gratuitas e limitadas. Acesse o link e garanta sua participação: https://goo.gl/forms/SexF7N2XnQ8Dygwj2

Projeto Nossa Gente de Minas

Entre os dias 04 e 06 de setembro, alunos do 2º ano do Ensino Médio realizaram o projeto Nossa Gente de Minas na cidade de Bom Jesus do Amparo, em Minas Gerais.

Na região, os jovens desenvolveram atividades em prol de comunidades carentes e desenvolveram “in loco” questões éticas, ambientais, políticas e sociais.

Eles ministraram oficinas educativas para crianças e adolescentes, apresentaram uma peça de teatro nas escolas públicas, visitaram os moradores locais e distribuíram cestas básicas montadas com os alimentos arrecadados na Festa Junina do Colégio.

A equipe do Colégio foi muito bem recepcionada e, inclusive, recebeu uma homenagem por parte da Prefeitura de Bom Jesus do Amparo em função da ação desenvolvida no município mineiro!

Durante a viagem, os alunos também compartilharam momentos de diversão nos espaços de lazer do Hotel Fazenda Free Time, onde ficaram hospedados juntamente com o Diretor Administrativo Ademar Fabel, a coordenação pedagógica e professores.

Todos voltaram muito alegres do passeio e, principalmente, orgulhosos do ato solidário praticado! Com certeza, foi uma experiência muito marcante!!!

Confira as fotos: https://www.flickr.com/gp/colegioicj/P3a62G

Palestra sobre saúde e beleza

No dia 16/08, alunos do 8º ano do Ensino Fundamental e 3º ano Ensino Médio assistiram a uma palestra da cirurgiã Natale Gontijo de Amorim, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, professora do Instituto Pitanguy e doutora em células-tronco humanas.

Natale mostrou para os jovens uma linha do tempo dos padrões de beleza em diferentes culturas pelo mundo. Segundo ela, a beleza sempre esteve atrelada ao poder, originando a ideia de que quem envelhece perde a sua beleza e, com isso, seu poder. Diante desse pensamento, ela conta o processo a partir do qual surgiram as “fórmulas mágicas” para manter a juventude.

A doutora abordou a importância da beleza, do “ser belo” na sociedade atual, mas salientou também que há um limite para tal valorização. Em forma de alerta, ela relatou os riscos de cirurgias plásticas, principalmente quando há um exagero de procedimentos estéticos – muitas vezes associado à dismorfia.

Com essa fala de conscientização, ela enfatizou que a decisão de fazer uma plástica deve ser bem pensada e que o procedimento precisa ser realizado por cirurgiões plásticos capacitados. Natale enalteceu o Brasil nesse quesito, em função da qualidade de seus profissionais: “é o país referência em cirurgia plástica”. Segundo ela, boa parte disso se dá pela qualidade do ensino no Brasil. Ela acrescenta: “estudar é para vida toda, temos que buscar evoluir sempre”. Para que isso seja possível, a doutora faz um apelo importante para que os jovens não votem em políticos que não fomentam a educação.

Durante a palestra, Natale também contou um pouco de seu projeto de pesquisa pioneiro, que envolve a reposição tecidual, restituição volumétrica e rejuvenescimento tecidual com células-tronco adipocitárias expandidas. Seu estudo gira em torno da descoberta de que a gordura extraída do corpo em procedimentos estéticos possui um grande número de células-tronco, com poder de se multiplicarem. “Seriam essas células capazes de reconstituir a pele?”, pensou. Decidida em aprofundar-se em tal questionamento, ela foi para Verona, na Itália, fazer um curso com pesquisador especialista na área, com o qual discutiu sua tese.

Juntos, reuniram um grupo de pesquisadores para desenvolver um estudo em profundidade e propuseram que fossem realizadas pesquisas simultâneas no Brasil para ampliação dos resultados. Concluiu-se que, ao transplantar células-tronco presentes na gordura para pele, tais células se regeneram. Isso porque há uma redução da flacidez, maior hidratação e viço à pele desgastada. Atualmente, esse estudo foi publicado e é reconhecido em todo o mundo. Natale e sua equipe já entraram com um requerimento junto aos órgãos competentes para aprovação de procedimentos que adotem a célula tronco presente na gordura como regeneradora de tecido e, com isso, ainda haverá muito a ser explorado e grandes avanços para serem alcançados!

Confira as fotos: https://flic.kr/s/aHsmhmUMXQ

Comemoração do Dia do Estudante

Para comemorar o Dia do Estudante, turmas do Ensino Fundamental e Médio desenvolveram uma programação especial durante a semana.

Em um primeiro momento, participaram de um divertido recreio musical. Na ocasião, houve a apresentação da banda “Becky and the ardigans”, formada por alunos do 3º ano do Ensino Médio.  Gabriel Mamede (violão); Rebeca Castro (guitarra); Gabriel Ribeiro (cajon); Julia Vitória, Eduarda Souza e Dara Russo (vozes) e Luísa Araújo (pandeiro e apoio) agitaram os alunos ao som de músicas de diferentes ritmos.

Houve, ainda, uma exposição de desenhos no mural do pátio do Colégio. Inicialmente proposto para alunos do 6º ao 8º ano, a proposta encantou também estudantes do 4º e 5º, que se juntaram ao projeto “Arte ICJ em Cena”.

Além do clima de alegria e descontração, essas foram ótimas oportunidades para as crianças e adolescentes mostrarem seus talentos!

Saiba mais: https://www.flickr.com/gp/colegioicj/6b870u

Lançamento da revista Estudantes em Movimento

Na manhã do dia 09/08, o ICJ foi palco do lançamento da revista Estudantes em Movimento, que contou com a presença de alunos, pais, professores, coordenadores e diretores do Colégio.

De caráter científico, a revista é integrada por artigos escritos por alguns estudantes do Ensino Médio na primeira etapa da disciplina Gestão de Projetos.

Os temas abordados foram definidos junto com a coordenação, os professores e o tutor dos projetos e seguiram os interesses e a curiosidade dos estudantes. Foram colocados em pauta assuntos como mineração e sustentabilidade, fake news, o papel da mulher e publicidade infantil.

Após diversos encontros, em diferentes espaços, os alunos realizaram pesquisas, desenvolveram entrevistas, tabularam dados, formularam hipóteses, levantaram situações-problema e propuseram soluções. A síntese desse processo deu origem aos artigos em questão.

No lançamento, dois grupos apresentaram seus trabalhos e defenderam a teoria descoberta ou pesquisada.

Foi um grande momento de confraternização e troca de aprendizados!

Confira as fotos: https://flic.kr/s/aHsmgAbBkW

Ensino Médio recebe a psicóloga e coach Sandra Perez

Dia 06/08, a psicóloga e coach Sandra Perez apresentou para as turmas do 2º e 3º anos do Ensino Médio o trabalho motivacional e de orientação profissional que desenvolve com jovens.

Na ocasião, Sandra realizou uma dinâmica para que os alunos pudessem compreender melhor sua proposta, dividida em quatro encontros, que contemplam testes psicológicos, de raciocínio lógico, de inteligência e de interesse profissional.

Sandra parte do princípio de que o aluno deve se conhecer, ter a percepção de sua capacidade e de seus talentos, enfatizando a reflexão: “O que eu quero ser para fazer o mundo crescer?”. Isso porque, neurologicamente, saber qual carreira seguir ajuda a aumentar a motivação. 

O trabalho não tem a pretensão de indicar a profissão a seguir, mas oferecer ao aluno possibilidades de enxergar seu perfil nas áreas do conhecimento auxiliando-o na definição de sua vocação profissional.

Confira as fotos em: https://flic.kr/s/aHskCvcwUH 

 

Projeto “Estudantes em movimento”

Alunos do Ensino Médio ICJ estão participando de atividades práticas de gestão de pesquisas elaboradas por meio de métodos científicos.

O projeto tem por objetivo desenvolver habilidades e competências alinhadas aos 4 pilares da educação do século XXI pautados pela UNESCO: aprender a conhecer, aprender a fazer, aprender a conviver e aprender a ser.

Divididos em times, inicialmente os alunos discutiram sobre as áreas que fazem parte dos itinerários formativos (Humanas, Social e Científica) e escolheram entre um dos temas apresentados pelo professor.

Definido o escopo da ideia, começaram a realizar leituras diversas, a partir das quais ampliaram o leque de possibilidades das pesquisas e buscaram novos rumos seguindo seus interesses e curiosidades.

Em encontros semanais nas salas para estudo, biblioteca e laboratórios, oportunizou-se a interação do espaço escola com os jovens, possibilitando que percebessem que é possível conectar com as pessoas em um espaço interativo.

Nesse processo, foram feitas intervenções dos professores e do tutor dos times, que norteavam a construção do conhecimento.

A partir do contato com textos acadêmicos, artigos científicos e realização experimentos, os grupos formularam hipóteses, levantaram situações problemas, propuseram soluções e elaboraram um artigo.

O fechamento do projeto contou também com apresentações orais nas quais os alunos defenderam a teoria descoberta ou pesquisada.

Os artigos melhores avaliados integraram uma revista científica elaborada no Colégio e alguns projetos selecionados pelos orientadores foram estão inscritos no concurso UFMG Jovem.

No geral, os alunos entraram em contato com temáticas que irão auxiliá-los a definir suas trajetórias futuras. Além disso, conseguiram articular informações e construir conteúdos relevantes a partir do conhecimento absorvido, desenvolvendo habilidades cognitivas de forma gradativa e contribuindo para formação em uma sociedade em constante transformação.

Confira algumas fotos: https://flic.kr/s/aHskFahoW5

Júri Simulado do livro “Senhora”

Alunos do 2º ano do Ensino Médio participaram de um júri simulado com a professora Alexsandra dos Santos, tendo como base o livro Senhora, de José de Alencar (1875).

A aluna Flora Machovsky explica que, “nesse julgamento, personagens do livro, que foram incorporados pelos alunos, eram julgados e testemunhavam perante a juíza e os jurados, que decidiriam o veredito final”.

Gabriela Silva conta que atuou como advogada de acusação e pôde aprender a fazer uma interpretação de modo bem incomum a respeito do conteúdo abordado pelo livro.

A aula demandou a realização de pesquisas para que a turma obtivesse o domínio vocabular da obra, permitindo que problematizasse a linguagem e explorasse sua capacidade argumentativa, ressignificando o papel da mulher no século XXI.

“Para mim o projeto do Júri Simulado foi uma boa oportunidade para refletir sobre o papel social da mulher na sociedade, a partir do momento que analisamos um livro do século XIX, com perspectivas jurídicas atuais. A proposta feita pela professora Alexsandra permitiu-nos ampliar o conhecimento de mundo em relação à legislação brasileira, o que será útil para a redação do ENEM, posteriormente. Além disso, o debate entre os grupos se mostrou importante para expor opiniões diversas, assim como análises antagônicas de um mesmo tema.”, relata Isadora Reis.

Júlia Melo reforça a fala da colega afirmando que, ao utilizarem de conceitos legais, ampliaram seus conhecimentos civis e habilidades discursivas. “Foi ótimo perceber, durante o debate, como o livro Senhora se mantém tão atual.”

Flora conclui que esse projeto foi importante no desenvolvimento do senso crítico dos alunos, que buscaram, na Constituição de 1988, acusações e defesas para conceitos do século XIX considerados hoje contra a lei.