7º ano visita o pub Los Mariachis

Os alunos do 7º ano do Colégio estão participando do um estudo sobre a diversidade e cultura mundial nas disciplinas de Espanhol e Inglês.

E para adquirirem um maior conhecimento sobre o México, realizaram no dia 12/06 uma visita técnica ao pub temático Los Mariachis, para onde foram caracterizados com pelo menos um acessório relacionado à cultura mexicana, como sombreiro, bigode, pingente, etc.

Acompanhados da coordenadora Júnia e dos professores Fabiano Amaral, Cláudia Zaffino e Kátia Bernardete, assistiram e comentaram o filme “Festa no céu”, que aborda aspectos culturais do país, degustaram pratos e drinks típicos da rica gastronomia mexicana, realizaram pintura facial de caveiras e puderam se jogar na pista de dança ao som de canções em espanhol.

Com essa divertida experiência, aprenderam sobre costumes, danças, músicas, festas e culinária do México de forma lúdica e criativa! Com certeza, foi uma manhã que será lembrada por muitos anos. Arriba!!!

Confira as fotos: https://flic.kr/s/aHskzQHjpc

Júri simulado do 9º ano

Os alunos das turmas de 9º ano do ICJ realizaram, nas aulas de História dos dias 03/05 e 22/05, o projeto do Júri Simulado.

Essa atividade objetivou criar um senso crítico dos fatos históricos, bem como promover o desenvolvimento da argumentação e o protagonismo dos alunos, por meio do debate e o aprofundamento do conteúdo estudado em sala de aula.

Antes da realização do Júri Simulado, foram realizadas reuniões em sala de aula para orientar os alunos e auxiliá-los na fundamentação teórica e práticas a respeito das temáticas definidas.

Os temas abordados foram Segunda Guerra Mundial e Ditadura no Brasil após 1964, eleitos pelos próprios alunos. As funções que cada um representaria também foram escolhidas pelos estudantes, que se dividiram entre advogados, juiz, policial e personagens de defesa e acusação. Assim, a atividade contou com uma maior participação e envolvimento por parte da turma!

Alunos da Escola de Esportes participam de aula com as mães

Nas aulas de futsal e vôlei dos dias 31/05 e 04/06, respectivamente, alunos da Escola de Esportes e Arte ICJ, em parceria com o Minas Tênis Clube, participaram de um momento especial: dividiram as quadras com ninguém menos que suas mães!

A proposta teve como intenção homenagear o mês das mães, promovendo uma atividade coletiva em família.

Para isso, as mamães foram convidadas a jogar com os filhos e deram um show de bola!!!

 

Resultado da gincana de prendas do Fund I

Do dia 17/05/18 a 06/06/18, os alunos do Ensino Fundamental I participaram de uma gincana que arrecadou prendas para as barraquinhas de jogos e donativos a serem doados para o asilo Clotilde Martins.

Todos os alunos se empenharam muito e fizeram da gincana um grande sucesso!

As turmas deveriam atingir uma meta mínima de pontos, proporcional ao número de alunos por sala, para participarem de um sorteio que definiria os ganhadores (Regulamento). Após contabilizar todos pontos, foi constatado que turmas que atingiram as suas respectivas metas foram: 1ºA, 2ºB, 3ºA, 3ºC, 4ºA, 5ºB.

E hoje, dia 08/06, dentre os classificados, foram sorteados os grandes vencedores:

  • 1ºA e 3ºC, as duas primeiras turmas sorteadas, ganharam um passaporte para um dia divertido no Parque Guanabara.
  • 4ºA, a terceira turma sorteada, ganhou cortesias de ingressos para as barracas de brincadeiras, sendo 03 unidades por aluno da turma.

Agradecemos a participação de todos e reafirmamos nossa satisfação poder ajudar uma instituição social através do envolvimento dos alunos e familiares de nossa comunidade escolar.

Os arquivos com a contagem dos pontos estão disponíveis para consulta com a Coordenadora do Fundamental I e o vídeo do sorteio você confere logo abaixo:

 

Forró solidário

O Forró do ICJ 2018 também tem cunho social!

Além de promover muita diversão para comunidade ICJ, a festa junina do Colégio ainda vai fazer a alegria de várias outras pessoas através do fomento a ações sociais. Confira:

  • Projeto Nossa Gente de Minas (2º ano do Ensino Médio) – os alimentos arrecadados com o ingresso solidário e o dinheiro obtido com a barraquinha de doces serão destinados para comunidades carentes no Projeto Nossa Gente de Minas.
  • Projeto Escola do Bem (5º ano) – os donativos recebidos com a gincana de prendas do Ensino Fundamental I serão doados para o asilo Clotilde Martins.
  • Ação solidária na disciplina de Formação Humana (7º e 8º anos) – todo o dinheiro arrecadado na barraquinha de cachorro-quente será revertido para o Núcleo Assistencial Caminho para Jesus, que ampara a crianças, adolescentes, adultos e idosos deficientes, carentes e com paralisia cerebral.
  • Projeto de Confraternização e Integração (9º ano) – o dinheiro obtido com a barraquinha de milho irá auxiliar no trabalho social e cultural a ser realizado em uma comunidade em Bom Jesus do Amparo.

Maratona de futsal

No sábado, dia 26/05, os alunos do Colégio que fazem parte da equipe de futsal da Escola de Esportes e Arte ICJ participaram de uma supermaratona no Minas Tênis Clube.

O evento reuniu várias escolas conveniadas da agremiação e possibilitou um momento de socialização entre as crianças.

Na parte prática da atividade, os meninos fizeram um treino intensivo de duas horas. Haja fôlego!

Entenda o funcionamento do Pense Matemática

O Pense Matemática é um moderno programa que foi adotado em 2018 pelo ICJ com intuito de exercitar o olhar matemático dos alunos, possibilitando a descoberta de novas formas de aprendizagem dentro e fora da sala de aula.

As principais áreas utilizadas pelos estudantes são as “Dinâmicas”, “Academia” e “Arena”. A professora de Matemática da turma de 5º ano do ICJ, Renata do Prado Marques, explica que, nas Dinâmicas, oferecidas em sala de aula, os alunos encontrarão um roteiro de atividades sobre uma temática específica. Ela poderá envolver a resolução de um problema de codificação, apresentando o passo a passo de uma investigação Matemática, ou poderá desafiar o grupo a fazer uma construção coletiva, que não vai exigir o uso de recursos digitais individualizados. As dinâmicas podem apresentar, ainda, fichas de atividades para serem completadas na aula ou em casa, formulários para envio de arquivos multimídia, espaço para participação de discussão com os colegas da turma, entre outros recursos que permitem a geração de relatórios de participação e de desempenho.

A Academia somente se encontra disponível para alunos a partir do 1º ano do Ensino Fundamental. Segundo Renata, nessa área o aluno irá encontrar uma série de tarefas que vão estimular a prática regular da Matemática e dar a oportunidade para que avance gradativamente em sua Fluência Matemática, desenvolvendo habilidades pertinentes a cada ano de escolaridade.  A prática presente na Academia é composta por um conjunto de questões curriculares que permitem avaliações do desempenho de cada aluno e a identificação dos pontos de dificuldade. Em alguns momentos, o conjunto de questões será apresentado de modo adaptativo – o sistema identifica as respostas erradas dadas pelos alunos e apresenta novas questões relacionadas a cada tipo de erro, com nível de dificuldade menor, que possam contribuir para a compreensão dos conceitos por parte do aluno. O sistema adaptativo respeita o ritmo de aprendizado de cada aluno e propõe trajetórias diferentes, de acordo com a necessidade de cada um. Vale ressaltar a importância da realização das atividades da Academia agendadas semanalmente como dever de casa, afinal a Matemática está por toda parte e, com o Pense Matemática, o aluno descobrirá sua presença nas artes, na natureza e no cotidiano.

Já na Arena é oferecido o acesso a atividades como o Plim (área de jogos educativos destinada para Educação Infantil e 1º ano do FundI), quizzes e desafios de lógica (para alunos a partir do 2º ano do FundI). Nessa área é possível continuar desenvolvendo habilidades e a interpretação de dados da realidade, além de estimular os estudantes a participarem de clubes e competições.

Confira o tutorial passo a passo que poderá auxiliá-lo no acesso aos conteúdos do Programa:

Pense Matemática Infantil

Pense Matemática Fund I e Fund II

 

Carta aos pais – uma reflexão

Prezados Pais e/ou Responsáveis,

Agradecemos a vocês pela confiança incondicional depositada em nosso trabalho com a formação de seus filhos.

Nós do ICJ entendemos que, no atual contexto, é de fundamental importância termos claro a função social da escola que contempla o aluno como sujeito crítico e a educação como instrumento para ampliar seus conhecimentos e desenvolver uma consciência cidadã capaz de prepará-lo para responder aos desafios do mundo de forma coerente e com discernimento.

Nesses dias de paralisação, a frequência de nossos alunos foi em torno de 70% no dia 28/05 e 81%, no dia 29/05. Tanto a equipe pedagógica como a técnico-administrativa se colocaram disponível e compareceram de forma exemplar para o cumprimento de suas responsabilidades na escola.

Devemos também parte desse êxito à nossa empresa parceira Transporte Escolar Coração de Jesus que pôde atender aos alunos com conforto e principalmente segurança.

Dessa forma, com o esforço e dedicação de todos, cumprimos o que nos foi conferido no Contrato de Prestação de Serviços Educacionais, devidamente acordado entre as famílias e o ICJ, que preza e preserva os direitos e obrigação das partes envolvidas.

Partindo dessa premissa e buscando sempre a excelência nos serviços educacionais prestados, consideramos a necessidade de garantir o direto dos alunos ao efetivo cumprimento dos duzentos dias letivos previstos na legislação vigente e no Calendário Escolar 2018.

Nesse sentido, queremos agradecer aos pais que enviaram seus filhos para a escola. Entendemos que as dificuldades inerentes à paralisação enfrentadas por outros foram expressivas, motivo que os impediram de trazê-los.

Consoante à autonomia pedagógica que é devida legalmente a escola pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB 9394/96), vale ressaltar também que é exigida a frequência mínima de 75% no cômputo geral de horas letivas e que as faltas justificadas não comprovam a frequência do (a) aluno (a), mas lhe garantirão o direito de realizar posteriormente as atividades propostas no seu período de afastamento.

Esclarecemos ainda que a equipe gestora, docente e pedagógica, sensível à situação dos alunos faltosos está atenta ao envio das atividades e tarefas pelo aplicativo; ao remanejamento das datas de provas (que serão comunicadas posteriormente), e ao não desenvolvimento de novos conteúdos nesta semana.

Pelo exposto, queremos pontuar que nosso posicionamento não se respalda em questões que não sejam de oferecer uma educação de excelência e manifestar o nosso querer de continuar sendo o maior parceiro na educação de seu (a) filho (a).

Cordialmente,

Ademar Fabel

Diretor do Colégio ICJ

3º ano faz city tour por Belo Horizonte

No dia 24/05, os alunos do 3º ano do Ensino Fundamental realizaram um city tour por Belo Horizonte em ônibus turístico, acompanhados pela equipe ICJ e um guia turístico.

No passeio, seguiram por toda a extensão da Afonso Pena e passaram por outras importantes avenidas como a do Contorno e Amazonas. Nesse percurso, visitaram o Museu Abílio Barreto, o Circuito Cultural da Praça da Liberdade e a Praça do Papa. Avistaram, também, o Parque Municipal, a Praça da Estação, Praça Sete de setembro e a Praça da Bandeira.

Com isso, tiveram a oportunidade de ver de perto parte da beleza da cidade e conhecer um pouco mais da história de Belo Horizonte.

Confira as fotos: https://flic.kr/s/aHsmmeKAxD

20 de maio – Dia Nacional do Pedagogo

“Educar e educar-se, na prática da liberdade, é tarefa daqueles que pouco sabem, por isto sabem que sabem algo e podem assim chegar a saber mais, em diálogo com aqueles que, quase sempre, pensam que nada sabem, para que estes, transformando o seu pensar, que nada sabem em saber que nada sabem, possa igualmente saber mais”. (Paulo Freire)

Dia 20 de maio foi definido como Dia do Pedagogo após o Decreto Lei nº 7.264/10 de Eduardo Gomes, que instituiu essa celebração no país.

O termo pedagogo surgiu na Grécia Clássica e seu significado etimológico é preceptor, mestre, guia, aquele que conduz; era o escravo que conduzia os meninos até o paedagogium. Atualmente, denomina-se pedagogo o profissional da educação cuja formação é a Pedagogia

A palavra pedagogia traz na sua essência significados processuais e metodológicos dos atos de ensinar e aprender. Do grego antigo paidos, que significa “da criança” e agein, que quer dizer “conduzir” ou “acompanhar”, paidagogia significa: “conduzir a criança”.

Entende-se, portanto, que o pedagogo é o profissional responsável pela condução do processo ensino-aprendizagem focado na compreensão da educação como um todo. Isso porque, na atualidade, a pedagogia é tida como conjunto de saberes sociais, humanos e históricos.

Assim, no contexto escolar, a ação do pedagogo transcende a ação puramente burocrática. Ela é voltada para a concretude de uma aprendizagem educativa, social e significativa e para a concepção de um novo paradigma de educação, que agregue as novas teorias da aprendizagem ao sonho de construir uma sociedade mais justa, humana e solidária por meio da educação não só da mente, mas também do coração.

Maria Leonete Rosa