Entendendo a importância das hortas orgânicas

Vlogs são considerados diários virtuais em vídeo, onde os autores falam sobre suas vidas ou questões que percorrem o cotidiano da sociedade de um modo geral. Com isso em mente, os alunos do Maker Científico realizaram, nas últimas semanas, vlogs sobre o conteúdo estudado durante as aulas. 

Em vídeos de no máximo cinco minutos, os estudantes deveriam explicar o significado de hortas orgânicas e qual a sua importância, além de curiosidades sobre o assunto. O material foi realizado em parceria com os professores Cíntia Combat e Pablo Carvalho, responsáveis pelos Makers de Comunicação e Tecnológico, respectivamente.

A atividade faz parte de um projeto dos alunos participantes do Maker Científico, em que um convite é feito a toda a comunidade escolar para que cada um, em sua casa, cultive sua própria horta. Nas próximas semanas, dicas de como cuidar de hortas em casa e algumas curiosidades sobre o tema serão enviadas por aplicativo. A ideia é que, em dezembro, todos que participaram mandem fotos do cultivo realizado.

Para ler sobre as duas outras atividades realizadas pelos alunos do Maker Científico, clique:

Será que o ar tem peso e ocupa espaço?

Será que o ar tem peso? Será que o ar ocupa espaço? Foram com estas perguntas que a turma do 4º B, do Ensino Fundamental I, com a ajuda da professora Marilene Azevedo, iniciaram os estudos sobre as propriedades do ar. Os alunos realizaram, com seus familiares, dois experimentos e, após a conclusão das atividades práticas, foi possível observar que o ar tem peso e ocupa espaço.

Isso acontece porque, mesmo que não consigamos pegar ou ver o ar, sabemos que ele existe e é matéria. Assim, ocupa todo o espaço que não seja ocupado por outra matéria presente. Em relação ao peso, tudo que no planeta Terra possui massa, incluindo o ar, também tem peso, ou seja, é atraído pela gravidade terrestre.

Clique aqui para ver os experimentos realizados pelos estudantes do 4º ano B.

Aprendendo sobre o desenvolvimento dos seres vivos

A turma do 3º ano B, do Ensino Fundamental I, junto à professora Mônica Garcia, realizou o “Jogo da Mamãe Cocota”, nas aulas de ciências. Aprendendo sobre a gestação de animais vivíparos e ovíparos, as crianças confeccionaram galinhas, ovos e pintinhos com materiais reciclados, presentes em casa, e participaram de um jogo para aprender mais sobre o desenvolvimento dos seres vivos. 

Respondendo a perguntas como “Como são chamados os animais que nascem dos ovos?” e “Como são chamados os animais que nascem da barriga da mãe?”, os alunos recebiam um ovo como recompensa pelas respostas corretas e, ao final, ganhava o participante que conseguisse guardar primeiro os três ovinhos e três pintinhos dentro da galinha produzida. 

Os alunos se divertiram e utilizaram a criatividade para a realização da atividade. Veja, clicando aqui, os alunos com suas galinhas feitas de material reciclado.

Folclore brasileiro nas aulas de educação física

Dia 22 de agosto é comemorado o dia do folclore. E durante as aulas deste mês, a equipe de Educação Física promoveu diversas atividades com os alunos do Ensino Fundamental I, para resgatar a cultura brasileira por meios de danças, histórias, cantigas de roda e brincadeiras, que enfatizam a riqueza cultural de nosso país. 

As aulas remotas não foram um empecilho para que os alunos pulassem corda, jogassem 5 marias e dançassem a música do Boi Bumbá. Neste momento, toda a criatividade é bem vinda e as crianças e professores se divertiram com as atividades.

Os professores de Educação Física do Colégio ICJ agradece a parceria com as famílias, que também participaram, e o empenho dos estudantes. O sucesso só foi possível devido ao trabalho em equipe.

A cidadania exige ética e bom senso

O bullying, ato cada vez mais evidente, caracteriza-se como a prática de atos de violência física e/ou psicológica contra determinada vítima. O bullying apresenta quatro sinais clássicos, sendo: intenção de ferir alguém, repetição da agressão, presença de espectadores e a concordância do alvo sobre a ofensa. 

Conversas sobre a tolerância e o respeito, desde a infância, são fundamentais para que haja um entendimento sobre a gravidade de atos violentos e quais os problemas eles podem gerar. Para isso, entender sobre a cidadania também é fundamental. A cidadania refere-se à prática de direitos e deveres de cada pessoa, que devem andar sempre juntos, para o bem da sociedade. Como diz o ditado popular, “o meu direito termina onde começa o do outro” e isso envolve ética e bom senso. 

Todo este debate foi realizado na turma do 5º ano A, com o auxílio da professora Goretti e a presença da Orientadora Educacional do colégio, Terezinha Duarte. Articulando ao conteúdo de história, sobre a construção da cidadania e o papel de cada pessoa na sociedade, os alunos discutiram sobre as relações entre cidadania e práticas de bullying.

Terezinha comenta que foram destacados “o significado da empatia e sua importância para uma boa convivência presencial e relacionamento mesmo à distância, onde o respeito deve prevalecer. Todos concordaram, lembrando que devemos fazer aos outros, aquilo que gostaríamos que eles nos fizessem.

Clique aqui para ver as fotos da atividade. 

Apresentador de jornal por um dia

No Colégio ICJ, os alunos aprendem a ser apresentadores de jornal desde cedo! E foi isso o que aconteceu nas turmas de 3º ano do Ensino Fundamental I: as professoras Fabiana Meotti e Mônica Garcia desenvolveram as habilidades textuais e de comunicação oral com as crianças, durante o contéudo sobre um dos gêneros textuais existentes, a notícia.

Entrevistas e noticiários de TV foram produzidos pelos alunos, que se mostraram criativos em relação ao tema e cenário utilizados. Com a participação de familiares, os estudantes abordaram assuntos como a neve registrada no sul do Brasil, dicas de como cuidar dos animais de estimação durante a quarentena e as notícias no mundo do esporte.

A prática da oralidade, desde a infância, é tão importante quanto a escrita. É necessário que a escola estimule os alunos, para que as opiniões, possibilidade de argumentação e a prática do debate sejam desenvolvidas desde cedo.

Para ver as entrevistas e notícias produzidas pelos alunos, clique aqui! 

Conhecendo as profissões

O ensino bilíngue, desenvolvido desde o 1º período até o 4º ano do Ensino Fundamental I, e com implantação gradativa, faz parte do projeto pedagógico do Colégio ICJ. Na educação bilíngue, os conteúdos do idioma estrangeiro são desenvolvidos junto aos demais conteúdos, para gerar integração entre as disciplinas.

Com isso em mente, e com o objetivo de vivenciar e entender sobre os jobs (profissões), os alunos do primeiro período tiveram uma aula diferente. Cada criança escolheu o seu job e, durante a aula on-line, puderam exercer a profissão escolhida por meio de simulações com imagens e com a socialização entre os colegas.

Ao possibilitar esta interdisciplinaridade, as crianças se apropriam da língua inglesa através da interação e da brincadeira com as profissões. Foi pura diversão!

Veja, clicando aqui, algumas das profissões que estiveram presentes na atividade.

Um universo de novos aprendizados

O conjunto de cometas, planetas e asteroides que giram em torno do sol é denominado sistema solar. Os corpos mais importantes são os oito planetas, chamados Mercúrio, Vênus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano e Netuno. Cada um se mantém em sua respectiva órbita, em virtude da intensa força gravitacional exercida pelo sol, que possui massa muito maior que a de qualquer outro planeta.

Em busca dos conhecimentos acerca do sistema solar, a professora Priscila Siqueira iniciou o conteúdo com as turmas do 2º período. Junto às famílias, os alunos usaram a criatividade e construíram um foguete, usando objetos de casa, como caixas de papelão e tinta guache. Cada um com seu foguete espacial, puderam descobrir um universo de novos aprendizados, como a origem do sistema solar e seu componentes.

Veja alguns dos alunos e suas respectivas produções, clicando aqui.

Entendendo sobre a persuasão no mundo dos anúncios

A persuasão é um ato comumente realizado na publicidade, para levar os ouvintes e/ou leitores a acreditarem naquilo que se deseja, seja para vender um objeto, uma ideia ou serviço. Os anúncios publicitários, então, usam uma linguagem persuasiva para conquistar e atrair clientes, através de palavras, imagens e cores.

Os alunos do 2º ano do Ensino Médio, estudando a persuasão das propagandas e anúncios nas aulas de redação, da professora Cíntia Combat, foram estimulados a criar anúncios para a venda de um shampoo para pessoas carecas ou um sorvete que não derrete. As ideias sugeridas foram desafiadoras, justamente por serem produtos que não existem no mercado e difíceis de serem produzidos.

Porém, esta era a proposta principal do trabalho: estimular a criatividade dos alunos e questioná-los sobre a persuasão publicitária. Para ver as peças produzidas pelos estudantes, clique aqui.

Memes e estudos: uma combinação que dá certo, sim!

Mais uma turma utilizou, em uma atividade de Língua Portuguesa, os memes. Dessa vez, os alunos do 8º ano EFII colocaram em prática os conceitos de aposto e vocativo de uma forma didática e, ao mesmo tempo, lúdica e divertida.

A expressão Memes de Internet é utilizada para difundir uma ideia ou conceito, através do meio virtual, rapidamente. Por isso, é comum que se transformem em virais e usem esta característica para divulgar e propagar uma ideia, marca e serviço de maneira diferente, saindo dos padrões normalmente utilizados.

Diante disso, e utilizando memes atuais, a compreensão de assuntos como os estudados pela turma, sobre aposto e vocativo, torna-se muito mais fácil e dinâmica. Relacionar conteúdos densos e que, normalmente, são recebidos com apreensão por parte dos alunos, à questões do dia a dia dos adolescentes é fundamental para uma didática mais participativa. 

Clique aqui para ver os memes produzidos pelos alunos do 8º ano EFII.