ICJ: Excelência em Dobro! Mais de 70% dos Alunos Conquistam mais de 900 na Redação do Enem 2023

Somos tomados por imensa alegria ao anunciar que nossos alunos superaram as expectativas no Enem 2023! Mais de 70% dos nossos estudantes que realizaram o exame conquistaram a nota excepcional de 900 pontos ou mais na redação, um resultado que nos coloca como campeões em Belo Horizonte, vice-campeões em Minas Gerais e entre os 20 melhores colégios de todo o Brasil na avaliação por porte! (Fonte:
https://www.metropoles.com/brasil/confira-o-ranking-das-melhores-escolas-no-enem).

Um feito que comprova a nossa dedicação:

Esse resultado histórico é fruto do nosso compromisso incansável com a excelência no ensino. Acreditamos em um modelo pedagógico inovador que vai além da sala de aula e propõe uma formação integral para os nossos alunos. Investimos continuamente em:

Professores altamente qualificados e experientes: nossa equipe é formada por profissionais apaixonados pelo que fazem, que acompanham de perto cada aluno e os guiam em sua jornada de aprendizado.

Material didático atualizado e de alta qualidade: utilizamos livros e conteúdos cuidadosamente selecionados para garantir que nossos alunos estejam sempre em contato com o que há de mais moderno em cada área do conhecimento.

Carga horária ampliada com foco em educação bilíngue: O Programa de Educação Bilíngue do Colégio ICJ amplia a carga horária do inglês para quatro tempos semanais, do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental, garantindo uma imersão eficaz no idioma desde cedo.

 

Oficina de redação focada na nota mil: No Laboratório de Redação, oferecemos um atendimento personalizado com o objetivo de aprimorar o processo de criação e escrita dos estudantes, preparando-os para alcançar uma redação nota 1000 no Enem.

Simulados e outras ferramentas de preparação para o Enem: oferecemos aos nossos alunos um plano de estudos completo, com simulados regulares e outras ferramentas que os ajudam a se preparar da melhor forma para o exame.

Ambiente de aprendizado acolhedor e estimulante: acreditamos que o ambiente escolar é fundamental para o ensino. Por isso, oferecemos aos nossos alunos uma estrutura moderna e confortável, além de um clima de respeito e colaboração.

Projeto socioemocional integrado: Desenvolvemos iniciativas que fortalecem o bem-estar emocional e social dos nossos alunos, preparando-os não apenas academicamente, mas também para os desafios da vida.

Projetos sociais e solidários: Incentivamos nossos alunos a participarem de iniciativas como o projeto “Nossa Gente de Minas” e o grupo de voluntários “Elza Fabel”, que promovem a solidariedade e a cidadania ativa. Essas experiências enriquecedoras contribuem significativamente para a formação integral dos estudantes.

Parabéns aos nossos alunos, pais e equipe pedagógica! Este resultado espetacular é a prova do trabalho árduo e da dedicação de toda a comunidade ICJ. Agradecemos aos nossos alunos pela confiança e pelo empenho, aos pais pelo
apoio constante e à nossa equipe pedagógica pela excelência profissional.

Venha fazer parte da nossa história!

Se você busca um colégio que se preocupa com o seu futuro e que te oferece as melhores ferramentas para alcançar seus sonhos, o ICJ é o lugar ideal para você. Entre em contato conosco e agende uma visita!

 

Palestra “Carreiras do Futuro” ajuda a refletir sobre as escolhas de hoje

Hoje, 25 de junho de 2024, os estudantes da terceira série do Colégio ICJ tiveram a oportunidade de mergulhar nas profissões emergentes e das habilidades essenciais para o futuro durante a palestra “Carreiras do Futuro”. Ministrada por Rafael Martins Ronqui, diretor de MBA, coordenador acadêmico da FIAP, a apresentação trouxe reflexões sobre as transformações do mercado de trabalho e as oportunidades que surgem com as novas demandas tecnológicas e sociais.

Rafael Ronqui destacou a revolução digital e sua influência em diversas profissões. Ele explorou como tecnologias emergentes, como Inteligência Artificial (IA) e Realidade Virtual (RV), estão moldando o futuro do trabalho. Exemplos práticos mostraram que áreas como a tecnologia da informação e a saúde estão em constante evolução, demandando novos conhecimentos e competências.

A palestra também abordou as carreiras que estarão em alta demanda nos próximos anos. Setores como Tecnologia da Informação, Saúde, Sustentabilidade e Educação foram destacados como áreas com grande potencial de crescimento. Rafael Ronqui ressaltou a importância de os estudantes estarem atentos às tendências do mercado e se prepararem para as oportunidades que estão por vir.

Além das habilidades técnicas e digitais, Ronqui enfatizou a importância das competências interpessoais, como comunicação e trabalho em equipe. Ele destacou que a criatividade e o pensamento crítico serão diferenciais importantes no ambiente de trabalho futuro.

A palestra foi concluída com orientações sobre como os estudantes podem planejar suas carreiras de forma eficaz. Ronqui incentivou os alunos a explorarem seus interesses e talentos pessoais e a buscarem carreiras compatíveis com seus desejos e habilidades. Ele também enfatizou a importância do networking e da construção de uma rede de contatos.

A palestra “Carreiras do Futuro” proporcionou aos estudantes da terceira série uma visão abrangente sobre as mudanças no mercado de trabalho e as oportunidades emergentes. Foi um momento de refletir com seriedade sobre o futuro profissional e as transformações do mercado de trabalho para fazer constantemente escolhas mais acertadas.

Antonio Leonardo

Professor

REFLEXÃO SOBRE BULLYING: Compreendendo e Enfrentando o Desafio

A questão do bullying é um tema cada vez mais discutido no âmbito escolar e familiar. No entanto, é crucial
entender o que realmente constitui bullying e diferenciar isso de outras formas de conflitos e desentendimentos
comuns entre alunos.

O que é o bullying?

Bullying é um comportamento repetitivo e intencional de um ou mais alunos que tem a intenção de intimidar, humilhar ou causar dano a outro aluno que se encontra em uma posição de menor poder ou capacidade de defesa. Esse comportamento pode ser físico, verbal ou emocional, e pode ocorrer de forma presencial ou online (cyberbullying).

Nem todo conflito é bullying

É importante distinguir que nem todas as brigas ou desrespeitos entre alunos configuram bullying. Crianças e adolescentes estão em processo de aprendizado sobre como interagir socialmente e resolver conflitos. Discussões ocasionais, desentendimentos ou brincadeiras de mau gosto, embora indesejáveis, não necessariamente se qualificam como bullying.

A responsabilidade compartilhada: família e escola

A formação dos alunos é uma responsabilidade compartilhada entre família e escola. O comportamento que os alunos trazem para o ambiente escolar muitas vezes reflete as experiências e valores aprendidos no seio familiar. Por isso, é fundamental que haja uma parceria sólida entre pais e educadores.

Construindo alunos resilientes

Para lidar com essas questões desafiadoras, é essencial fortalecer a juventude, ensinando-a a não se colocar constantemente no papel de vítima. Os alunos devem ser incentivados a desenvolver habilidades de resolução de conflitos, protagonismo e assertividade. É importante que entendam que o bullying só persiste quando há
permissão, seja por omissão ou por não buscar ajuda e apoio.

Confiança nas ações da escola

As famílias precisam confiar nas ações da escola e unir forças para enfrentar o bullying. Acusar a escola de permissividade não resolve o problema; ao contrário, pode agravar a situação. O bullying é um problema social que ocorre em todos os ambientes, e a solução requer uma abordagem conjunta e colaborativa.

Desafios das redes sociais

O cyberbullying é uma forma crescente de bullying que ocorre através das redes sociais e aplicativos de mensagens como o WhatsApp. É fácil difamar e ferir os outros online, e por isso é crucial que os alunos sejam educados sobre o uso responsável da internet. Os pais devem monitorar e orientar o comportamento online de seus filhos, promovendo um uso saudável e respeitoso das tecnologias.

Fortalecendo relações saudáveis

Para reverter essas questões, precisamos focar no desenvolvimento de relações saudáveis e valores essenciais para
a vida. Isso inclui ensinar empatia, respeito e a importância da convivência pacífica. Família e escola devem andar juntas, trabalhando em prol de um ambiente seguro e acolhedor para todos os alunos.

Reflexão final

Que tipo de adultos estamos formando? Se apenas sabemos acusar e ficar na defensiva, estamos falhando em ensinar nossos jovens a resolver conflitos de maneira construtiva. É hora de unir forças e trabalhar juntos para formar uma geração de indivíduos resilientes, responsáveis e empáticos.

 

Palestra Aborda o Bullying e o Cyberbullying em Aula de Repertório Cultural

Hoje, 18 de junho, os alunos do 1º e 3º Ano do Ensino Médio do Colégio ICJ tiveram a oportunidade de participar de uma palestra sobre bullying e cyberbullying, realizada durante a aula de Repertório Cultural. O evento contou com a participação da psicóloga Marley Marques, da Faculdade Newton Paiva, que trouxe à tona questões cruciais sobre esses temas contemporâneos e de grande relevância para a juventude.

Marley Marques, psicóloga clínica e educacional, com ampla experiência em gestão de conflitos e mediação comunitária, é atualmente supervisora do Núcleo de Apoio Psicopedagógico (NAPp) da Newton Paiva e pós-graduanda em Psicopedagogia. Sua formação e atuação destacam-se pelo engajamento em questões de justiça restaurativa e combate à violência escolar, o que proporcionou uma perspectiva aprofundada e técnica sobre o bullying e suas manifestações no ambiente escolar e virtual​​.

Durante a palestra, Marley apresentou um panorama abrangente sobre o bullying, destacando suas características principais: agressões intencionais e repetitivas, realizadas por um ou mais indivíduos contra uma ou mais vítimas, com uma clara assimetria de poder. Ela explicou que o bullying não é um fenômeno recente, citando que desde 1857, com a publicação do livro “Tom Brown’s School Days” de Thomas Hughes, já se relatavam situações de perseguição e agressão em ambientes educacionais​​.

Além de abordar o bullying tradicional, Marley Marques deu ênfase especial ao cyberbullying, uma forma de violência que ocorre por meio de tecnologias digitais, como redes sociais, plataformas de mensagens e celulares. Ela destacou os aspectos que tornam o cyberbullying ainda mais perigoso que o bullying convencional: o alcance ilimitado, a possibilidade de anonimato do agressor e a frequência contínua dos ataques, que podem ocorrer a qualquer hora e em qualquer lugar, sem que a vítima tenha controle sobre a situação​​.

Marley alertou sobre as graves consequências emocionais do cyberbullying, que incluem ansiedade, depressão e, em casos mais severos, ideação suicida. Ela enfatizou a importância de uma abordagem sistemática e educativa para prevenir e combater essas práticas, envolvendo pais, educadores e a comunidade escolar como um todo​​.

Marley concluiu a palestra abordando a recente Lei nº 14.811 de 2024, que tipifica o bullying e o cyberbullying como crimes passíveis de penalidades severas, incluindo multas e reclusão para os agressores. Esta lei reforça a responsabilidade das instituições educacionais e dos responsáveis legais em implementar medidas de conscientização e combate a essas práticas​​.

A palestra foi um importante momento de reflexão sobre a luta contra o bullying e o cyberbullying. A iniciativa reforça o compromisso do colégio em promover a ampliação de repertório sociocultural dos alunos e também um ambiente educacional seguro e respeitoso para todos.

 

Antonio Leonardo

Professor

Participação no Evento “Vivenciando Soluções” pela Somos Educação

Nos dias 27 e 28 de maio, o Colégio ICJ teve a honra de participar do evento “Vivenciando Soluções”, promovido pela Somos Educação, em São Paulo/SP. Durante esses dois dias, nossa equipe, representada pela coordenadora do fundamental 1, Kênia Werneck, e pela orientadora do fundamental 2 e médio, Mirene Amoroso, teve a oportunidade de explorar diversas instituições de ensino e participar de encontros e capacitações enriquecedoras.

Durante o evento, tivemos a chance de conhecer de perto os programas oferecidos pela Somos Educação, os quais visam o aprimoramento contínuo da educação. Entre esses programas, destacam-se o “Líder em Mim”, focado no desenvolvimento socioemocional dos estudantes, o Educbank, uma solução integrada para gestão financeira escolar, o Eduall, que oferece uma solução bilíngue, e o Mind Makers, voltado para o estímulo à criatividade e inovação.

Foi um período de intensa troca de experiências e aprendizado, onde ampliamos nossos horizontes e adquirimos novos conhecimentos para aplicar em nossa comunidade escolar.

 

Palestra “Mercado de Trabalho e Soft Skills” com Professora Aleika Magalhães

No dia 04 de junho, terça-feira, o Colégio ICJ teve a honra de receber a professora Aleika Magalhães, da Faculdade Newton Paiva, para uma enriquecedora palestra sobre o tema “Mercado de Trabalho e Soft Skills”. O evento, que faz parte da aula de Repertório Sócio-Cultural realizada semanalmente nas tardes de terça-feira, reuniu os alunos da terceira série do Ensino Médio em um ambiente de aprendizado e reflexão.

A professora Aleika abordou uma série de tópicos cruciais para o entendimento das demandas do mercado de trabalho contemporâneo. Entre os principais pontos discutidos estavam as carreiras não lineares, a velocidade das mudanças no contexto atual, e as mudanças nas tendências da educação frente à influência digital. Ela destacou a importância das novas competências necessárias para os dias de hoje, enfatizando tanto as habilidades técnicas quanto as soft skills.

Um dos pontos altos da palestra foi a reflexão sobre a frase: “O mercado contrata pelo currículo, mas demite por causa do comportamento”. Com essa afirmação, a professora Aleika ressaltou a importância das soft skills, que englobam aspectos emocionais, psicológicos e comportamentais, como autoconhecimento, autorregulação e gestão de sentimentos e emoções.

A professora explicou que, em um mundo cada vez mais tecnológico, as relações interpessoais ganham ainda mais relevância. As soft skills, segundo ela, são fundamentais para a convivência e o sucesso profissional, pois ajudam na administração das emoções e na capacidade de se adaptar e colaborar em equipe.

Os alunos, provocados pelo tema, participaram ativamente da palestra. Eles fizeram perguntas e mostraram grande interesse, refletindo sobre suas próprias carreiras e atitudes no momento presente. Essa interação demonstrou o quanto o tema é relevante e necessário para a formação dos futuros profissionais.

A palestra da professora Aleika Magalhães foi um verdadeiro convite à reflexão e ao desenvolvimento pessoal. Este momento é um dos vários que reforçam o compromisso do Colégio ICJ em oferecer uma formação integral que vá além do conhecimento técnico, promovendo o crescimento emocional e comportamental de seus alunos.

Antonio Leonardo de Souza

Professor

Palestra promove conscientização sobre prevenção ao alcoolismo entre estudantes do ICJ

No dia 16 de abril, os alunos da primeira e terceira séries do Colégio ICJ participaram de uma palestra focada na prevenção ao alcoolismo. O evento teve como objetivo abordar um tema de grande relevância diante do aumento significativo do consumo de álcool entre os adolescentes brasileiros.

Desde 2019, o Brasil tem testemunhado um alarmante crescimento de 63,2% no consumo de álcool entre os jovens, segundo o último levantamento disponível. A pandemia de Covid-19, ao concentrar o consumo de álcool nos lares, pode ter contribuído ainda mais para esse cenário preocupante.

A palestra realizada no Colégio ICJ não se limitou apenas a uma exposição unidirecional de informações, mas foi um momento interativo e dialogado. Sob a condução de Rosângela Guerra, representante do Instituto Aliança, os alunos foram incentivados a participar ativamente, levantando questões e compartilhando suas próprias experiências.

Esse formato dinâmico e participativo tornou o momento instigante e provocativo. Os estudantes puderam engajar-se em discussões sobre a cultura de normalização do consumo de álcool, especialmente em idades cada vez mais precoces. Longe de adotar uma postura moralista, a abordagem visava estimular a reflexão sobre os impactos do consumo de bebidas alcoólicas em uma fase crucial de desenvolvimento, quando o cérebro ainda está em formação e suscetível a danos permanentes.

Ao proporcionar um espaço para que os alunos expressassem suas dúvidas, preocupações e pontos de vista, a palestra não apenas transmitiu conhecimento, mas também estimulou uma conscientização mais profunda sobre os riscos associados ao consumo de álcool na adolescência. Essa abordagem colaborativa e reflexiva contribuiu para um ambiente de aprendizado enriquecedor, onde os estudantes puderam se sentir ouvidos e valorizados em suas contribuições para a discussão sobre saúde e bem-estar.

Em suma, a iniciativa é parte das diversas iniciativas para promover uma educação completa, que prepara os alunos não apenas para os desafios acadêmicos, mas também para uma vida adulta plena, saudável e de sucesso.

“Nós gostamos muito da palestra, achamos interessante e ela trouxe uma reflexão muito positiva sobre o tema. Achamos dinâmica e sentimos falta de aulas assim.” Gabriela Franco 1 serie Juliana 3ª série.

 

Cerimônia Representantes de Turma

No dia 22 de março, os alunos eleitos como representantes de turma tomaram posse. Eles foram selecionados por meio de uma votação realizada pelos outros colegas de classe.

Os representantes de turma têm uma função crucial de servir de exemplo para os demais alunos. Sendo assim, ter habilidades de liderança, ser proativo e ter responsabilidade são algumas das características essenciais para desempenhar esse papel.

Ser escolhido como representante significa assumir a responsabilidade de intermediar entre a equipe educacional, a Coordenação Pedagógica e os colegas de classe, com o objetivo de promover práticas democráticas que levem a decisões que beneficiem toda a comunidade escolar.

Além disso, os representantes participam de reuniões e Conselhos de Alunos com a orientadora educacional, onde discutem as necessidades da turma, promovem o bom relacionamento entre os alunos e compartilham informações transmitidas pela equipe escolar com os colegas.

Para ver as fotos do evento, clique aqui!

O PAPEL CRUCIAL DOS VÍNCULOS FAMILIARES NO DESENVOLVIMENTO INFANTOJUVENIL

No complexo tecido social em que vivemos, os laços familiares desempenham um papel insubstituível no crescimento saudável de crianças e adolescentes. Essa conexão íntima entre pais, irmãos e demais membros da família oferece um ambiente seguro e estável, fundamental para o desenvolvimento emocional, cognitivo e social dos jovens.

Em primeiro lugar, é dentro do núcleo familiar que as crianças aprendem os valores fundamentais que irão guiá-las ao longo da vida. É através da interação diária com os pais e cuidadores que elas absorvem princípios éticos, desenvolvem a empatia e aprendem a resolver conflitos de maneira justa e construtiva. Essa base sólida, fundamentada no amor e no respeito mútuo, é essencial para a formação de indivíduos éticos e responsáveis.

Além disso, os laços familiares proporcionam um apoio emocional inestimável durante os desafios enfrentados enquanto crescem. Desde os primeiros passos até os dilemas da adolescência, ter uma família presente e acolhedora faz toda a diferença. O suporte emocional oferecido pelos entes queridos fortalece a autoestima dos jovens e os capacita a lidar de maneira mais eficaz com as pressões do mundo exterior.

Os laços familiares também desempenham um papel crucial no desenvolvimento da identidade e da autoestima. O ambiente familiar proporciona um espaço seguro para a expressão autêntica de sentimentos e pensamentos, permitindo que os jovens desenvolvam uma compreensão profunda de si mesmos e do mundo ao seu redor. Esse autoconhecimento é fundamental para a construção de uma identidade sólida e para a capacidade de enfrentar os desafios da vida com confiança.

Em suma, fortalecer os laços familiares é investir no futuro das gerações vindouras. Ao proporcionar um ambiente de amor, apoio e compreensão, os pais e cuidadores não apenas garantem o bem-estar das crianças e adolescentes,
mas também contribuem para a construção de uma sociedade mais justa, solidária e harmoniosa.

Segue uma sugestão de atividade para ser feita em família com o objetivo de promover

conexões familiares e criar memórias especiais: CÁPSULA DO TEMPO!

> Passo 1: Introdução e Explicação
– Reúna a família e explique o conceito de uma cápsula do tempo. Descreva como é uma maneira
especial de guardar lembranças e mensagens para o futuro.
– Compartilhe a ideia de abrir a cápsula durante o Natal de 2024 para relembrar os momentos especiais
vividos em família.

> Passo 2: Escolha do recipiente
– Procure um recipiente resistente e durável para servir como a cápsula do tempo. Pode ser uma caixa
de metal, um pote de vidro selado ou qualquer outro recipiente que possa ser guardado até a noite de
natal.
– Decore o recipiente com fotos da família, desenhos ou qualquer coisa que represente a união
familiar.

>Passo 3: Coleta de itens
– Peça a cada membro da família que escolha um ou mais itens significativos para colocar na cápsula
do tempo. Isso pode incluir cartas escritas à mão, fotografias, desenhos, objetos pequenos, entre
outros.
– Encoraje cada membro da família a explicar por que escolheu esses itens e o que eles representam
para eles.

>Passo 4: Cartas para o Futuro

– Peça a cada membro da família que escreva uma carta para si mesmo ou para outros membros da
família no futuro.
– Essas cartas podem incluir desejos, sonhos, recordações do presente e mensagens de amor e apoio.

>Passo 5: Documentação

– Tire fotos ou faça vídeos curtos da família participando do processo de criação da cápsula do tempo.
– Isso proporcionará momentos preciosos para recordar quando a cápsula for aberta no futuro.
Passo 6: Selamento

– Uma vez que todos os itens tenham sido colocados dentro da cápsula, sele-a cuidadosamente.
– Certifique-se de que o recipiente esteja bem fechado e protegido para evitar danos aos itens
guardados.

>Passo 7: Armazenamento seguro
– Escolha um local seguro e de fácil acesso para armazenar a cápsula do tempo até o Natal de 2024.
– Certifique-se de que todos os membros da família saibam onde está guardada, para que possam
compartilhar a emoção de abri-la juntos. Sugestão: guarde a cápsula junto com os objetos de
decoração natalina!

>Passo 8: Abertura da Cápsula
– No Natal de 2024, reúna a família novamente para abrir a cápsula do tempo.
– Desfrute juntos das lembranças e mensagens guardadas, relembrando os momentos especiais vividos
ao longo dos anos.

>Passo 9: Reflexão e Celebração
– Tire um tempo para refletir sobre as lembranças compartilhadas e as mensagens do passado.
– Celebre a conexão familiar e o amor que une a todos vocês, e antecipe os momentos especiais que
ainda estão por vir.

>Passo Plus: Conexão da atividade com a Família ICJ
– Poste a foto da cápsula do tempo em suas redes sociais com a #ICJconstruindopontes e marque o
Colégio ICJ em sua publicação!
Com esse passo a passo, temos certeza de que sua família criará uma cápsula do tempo cheia de
memórias afetuosas e significativas para serem apreciadas por muitos anos.

Um abraço carinhoso das orientadoras educacionais,

Mirene Amoroso e Pollyanna Souza

 

Dona Elza Fabel: A Mulher Memorável À Frente do Colégio ICJ

Nos anais da história educacional, certos nomes brilham com uma luz própria, destacando-se não apenas por suas realizações acadêmicas, mas também pela visão inovadora e compromisso incansável com a educação. Entre esses luminosos protagonistas figura Elza Fabel, uma mulher memorável, educadora e empreendedora cujo legado permanece como um farol inspirador. Sua trajetória notável está intrinsecamente entrelaçada com a fundação e o desenvolvimento do renomado Colégio ICJ.

Nascida em uma época em que as mulheres enfrentavam barreiras significativas para alcançar a excelência profissional, Dona Elza desafiou as convenções sociais e emergiu como uma líder visionária no campo da educação. Sua paixão pelo ensino, aliada a uma determinação inabalável, a levou a transcender as limitações impostas pelo seu tempo.

O Colégio ICJ, um dos pilares do sistema educacional de excelência, nasceu do sonho de Dona Elza, inspirado pelo Coração de Jesus, em criar um espaço onde os jovens pudessem não apenas adquirir conhecimento acadêmico, mas também desenvolver habilidades essenciais para a vida. Em outras palavras, sua visão abrangente de educação integrada e humanista pautada no espírito colaborativo e comunitário foi fundamental na concepção e implementação do modelo pedagógico do ICJ, que prioriza, além da excelência acadêmica, o desenvolvimento emocional, social, ético e familiar dos estudantes.

Como empreendedora, Elza Fabel enfrentou desafios e obstáculos, mas sua resiliência e perseverança foram indomáveis. Sua habilidade em mobilizar recursos e talentos, somada às capacidades de inspirar e motivar outros, em especial seus três filhos, foram fundamentais para transformar seu projeto em realidade – São mais de seis décadas de serviços educacionais e quatro gerações de estudantes formados e transformados.

Mais do que uma simples figura histórica, Dona Elza é um símbolo de coragem, determinação e dedicação ao serviço educacional. Seu impacto perdura não apenas nas paredes do Colégio ICJ, mas em todo o meio educacional e na sociedade mineira.Hoje, enquanto celebramos as vitórias femininas e as conquistas do Colégio ICJ, é essencial
lembrar e honrar a mulher extraordinária que o tornou possível: Dona Elza Fabel, cujo legado continuará a
inspirar e guiar aqueles que buscam a excelência na educação e no serviço à comunidade – EDUCAÇÃO
COM AMOR.

A Dona Elza Fabel nossa eterna gratidão!!!

Aparecida Nicolai

Diretora Pedagógica