As fake news em tempos de coronavírus

O termo fake news já é amplamente conhecido e debatido na sociedade. Porém, as notícias falsas ganham cada vez mais força, principalmente por causa das redes sociais e a facilidade de transmissão de informações que elas possibilitam. 

São inúmeros os motivos para que as fake news sejam criadas. O intuito comercial, com a criação de manchetes chamativas para atrair acesso aos sites e a criação de boatos para reforçar um pensamento por meio de mentiras são os principais propósitos.

Com a pandemia do novo coronavírus não foi diferente. As notícias falsas se espalham por toda a sociedade, sendo capazes até mesmo de provocar mortes. Uma pesquisa publicada no American Journal of Tropical Medicine and Hygiene mostra que, somente nos primeiros meses, quase 6 mil pessoas deram entrada em hospitais devido a informações falsas sobre a cura do covid-19. Informações estas recebidas por redes sociais. 

Entre elas, existiam as informações, sem comprovação científica, de que a ingestão de receitas caseiras e produtos químicos, de limpeza, seriam eficazes contra o coronavírus. Veja abaixo mais algumas fake news veiculadas durante a pandemia. Todas elas foram denunciadas pelo aplicativo Eu fiscalizo, da ENSP, Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca, vinculada à Fiocruz.

1. Água fervida com alho serve como tratamento para o coronavírus (Falso)

Alguns testes, com medicamentos, já estão sendo realizados, mas ainda não existe tratamento cientificamente comprovado contra o coronavírus.

2. É preciso evitar a ingestão de alimentos congelados e frios. (Falso)

Pratos frios e quentes não interferem na resistência do vírus. O que pode acontecer é a transmissão por meio de superfícies contaminadas. Por isso, é importante higienizar todas as embalagens vindas de supermercados e outros estabelecimentos.

3. Gargarejar com água morna ou salgada evita que o vírus vá para os pulmões (Falso)

O comprometimentos dos pulmões acontece de acordo com as características fisiológicas de cada paciente. O gargarejo não é suficiente para evitar que o órgão seja afetado. 

4. Álcool em gel pode ser feito em casa com apenas dois ingredientes (Falso)

Além de não ser eficiente, o álcool em gel preparado em casa pode ser perigoso e causar outros danos, como queimaduras. Além disso, este produto deve ser utilizado como auxiliar, já que as mãos precisam ser lavadas com frequência e adequadamente, com água e sabão.

É importante estar atento à procedência de todas as informações lidas e não repassá-las apenas com a leitura da manchete. Caso existam dúvidas, não repasse e informe a quem te enviou, para que outras pessoas não recebam a notícia. As informações confiáveis sobre a covid-19, por exemplo, podem ser lidas pelo site do Ministério da Saúde (https://saude.gov.br/)

 

Referências:

* BATISTA, Rafael. Fake news: A divulgação de notícias falsas, conhecidas como fake news, pode interferir negativamente em vários setores da sociedade, como política, saúde e segurança. [S. l.], 2020. Disponível em: https://mundoeducacao.uol.com.br/curiosidades/fake-news.htm. Acesso em: 24 ago. 2020.

* MONTEIRO, Danielle. 10 fake news que você precisa conhecer sobre o coronavírus. [S. l.], 31 mar. 2020. Disponível em: http://www.ensp.fiocruz.br/portal-ensp/informe/site/materia/detalhe/48548. Acesso em: 24 ago. 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *