Dúvidas na área pedagógica – perguntas e respostas

O Colégio ICJ elaborou essa série de perguntas e respostas objetivando esclarecer às famílias quanto aos aspectos pedagógicos nesse período de suspensão das atividades presenciais:

1 – Por que o colégio optou por dar aulas remotas?

Os objetivos das atividades não presenciais são:

  • Buscar o melhor aproveitamento do ano letivo;
  • Reduzir os danos causados pela suspensão das aulas presenciais;
  • Manter ativo o processo de ensino-aprendizagem dos alunos;
  • Minimizar os impactos na compensação do calendário escolar;
  • Cumprir o Contrato de Prestação de Serviços Educacionais firmado com as famílias.

 

2 – Atividades não presenciais é o mesmo que EAD – Ensino à distância?

Ensino à Distância – EAD é diferente de atividades não presenciais. EAD exige autorização dos órgãos competentes e é regulado por uma legislação específica, bem como uma Plataforma Específica para aulas online ministradas por um professor (não necessariamente o mesmo professor em horários diversos), videoaulas, retorno de atividades simultâneas, avaliações programadas, chamadas diárias, etc.   Em nenhuma comunicação nos referimos ao ensino à distância para qualquer um dos segmentos.

As atividades não presenciais são ministradas, em sua maioria, no mesmo horário convencional da aula presencial e pelos próprios professores da disciplina, usando recursos tecnológicos, onde o grande objetivo é aproximar o estudante da sua rotina educativa.

 

3 – As atividades não presenciais são válidas legalmente?

Sim. Esta medida está amparada no Capítulo II do Decreto nº9057, de 25 de março de 2017, que trata da oferta de cursos na modalidade à distância na educação básica.

Em todo Brasil há autorização formal para que as aulas não presenciais sejam contabilizadas como dias letivos. O governo federal determinou que as escolas de Educação Básica poderão distribuir a carga horária em um período diferente do previsto em lei. Para a Educação Básica, isso significa que será preciso cumprir as 800 horas, mas não será necessário cumprir os 200 dias letivos previstos. A Carga Horária é definida pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação – LDBE.

Essa flexibilização, em caráter excepcional, vale tão e somente em função das medidas para o período do enfrentamento da emergência na saúde pública decretada pelo Congresso Nacional.

 

4 – O contrato de prestação de serviços educacionais será cumprido integralmente quando houver o retorno das aulas presenciais?

Sim. O Colégio ICJ prestará o serviço educacional de acordo com os órgãos reguladores, assim como seu compromisso com a qualidade do ensino prestado.

O Calendário Escolar seguirá a norma das 800 horas estabelecidas por lei contadas da carga horária de aulas presenciais e não presenciais durante o ano letivo de 2020 e de acordo com a prerrogativa do percentual de carga horária das aulas e atividades não presenciais para cada segmento da educação básica.

A priori, os órgãos reguladores educacionais apontam que no Ensino Fundamental as escolas podem considerar 20% da carga horária não presencial como dia letivo e no Ensino Médio essa carga pode chegar até 40%.

Os Novos Calendários ICJ por Segmento Educacional serão estruturados e divulgados oportunamente, mediante a confirmação dos órgãos públicos da abertura das escolas, mas podemos antecipar que na reposição poderão ser utilizados sábados letivos, feriados e emendas de feriados, avanço no mês de dezembro e, se necessário, avanço também em janeiro/2021.

 

5 – As atividades e aulas remotas serão contabilizadas para ser abatidas na reposição do futuro calendário de aulas presenciais?

Sim. Os órgãos reguladores educacionais autorizam que no Ensino Fundamental as escolas podem considerar 20% da carga horária não presencial como dia letivo. No Ensino Médio essa carga pode chegar até 40% como dia letivo cumprido no calendário de reposição.

 

6 – A qualidade das atividades não presenciais é igual das aulas presenciais?

A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) admite que os sistemas de ensino estaduais, municipais e particulares, coordenados pelas secretarias de Educação e pelos conselhos estaduais e municipais de educação podem, em situações emergenciais (como a que estamos passando com a COVID-19), autorizar a realização de atividades não presenciais no Ensino Fundamental como complementação da aprendizagem.

A qualidade não é a mesma, pois nossos estudantes estão acostumados com o controle e organização do ritmo escolar ditado pelo professor-mediador mas, sem dúvida, as aulas remotas dão segurança e continuidade à rotina educativa.

 

7 – Está sendo registrada e contabilizada a presença do aluno nas aulas remotas?

Sim. Os professores, juntamente com as coordenadoras, estão registrando as presenças dos alunos durante as aulas não presenciais com o objetivo de garantir a participação efetiva dos estudantes, bem como para comprovação junto ao Conselho Estadual de Educação (CEE) da carga horária trabalhada no período das aulas e atividades não presenciais.

 A lista dos alunos faltosos está sendo encaminhada para as respectivas famílias pelo Serviço de Orientação Educacional – SOE para tomar conhecimento dos motivos que impedem o comparecimento do aluno nas aulas não presenciais.

 

8 – A realização das atividades e participação dos alunos nas atividades não presencias está sendo registrada e contabilizada? Vale nota? Quanto?

Sim. Estão sendo registradas e avaliadas de forma qualitativa:  a participação, o envolvimento, a dedicação de cada estudante neste período de aulas e atividades não presenciais. Esta etapa vai ser valorizada em 10 (dez) pontos.

 

9 – Como serão registradas as notas dos alunos das atividades realizadas no período de aulas remotas?

Como uma única nota de Participação de Aulas e Atividades Não Presenciais.

Nas turmas do Ensino Médio, principalmente 2ª e 3ª Séries, os estudantes estão seguindo uma rotina mais própria para a fase educativa que se encontram, realizando simulados e atividades avaliativas.

 

10 – Estão sendo ministrados conteúdos novos? Ou é só revisão?

A prioridade é para revisão de conteúdo. As atividades escolares desenvolvidas nesse período foram planejadas e organizadas pelos professores juntamente com a coordenadora pedagógica com o propósito   de sustentação de requisitos básicos, principalmente nas turmas de 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental. É necessário buscar melhoria na interpretação, escrita e análise de textos, resolução de situações-problema, cálculo orais e escrito, os conceitos científicos, históricos e geográficos. É bom salientar que muitas vezes acontece um aprofundamento ou graduação das dificuldades e não uma estruturação de um novo conteúdo.

Para as turmas Fundamental II de 6º ao 9º Ano, revisão, aprofundamento de conteúdos e aplicação /de conceitos em novos conteúdos apresentados.

Para as turmas do Ensino Médio, além de revisão e aprofundamento, lançamento de novos conteúdos.

 

11 – E como fica a preparação dos alunos da 3ªserie EM, já que o ENEM não foi adiado até agora?

As provas do ENEM 2020 estão marcadas para 1º e 8 de novembro, desta forma a preparação de nossos estudantes da 3ª série do Ensino Médio segue um ritmo  revisional. Esclarecemos que a organização do Ensino Médio ICJ consta da apresentação de todo conteúdo novo até a 2ª série. Na 3ª série os conteúdos são aprofundados nas Unidades de Estudo/Área do Conhecimento mais relevantes conforme a cobrança dos conteúdos no ENEM.

Nos aspectos relativos à Redação, sabemos que esta compõe 1/3 da nota final, pois é valorizada em 1000 pontos. Assim o Projeto de Apoio no Laboratório de Redação será reorganizado e ampliado de duas para quatro aulas por semana, no retorno as aulas presenciais.

Também foram reorganizados os calendários de Simulados Bernoulli, intensificando os mesmos para os meses de julho, agosto, setembro e outubro. Entendemos que, além do conteúdo, é preciso deixar os futuros universitários vivenciarem o ambiente e o horário das provas no turno da tarde com duração de 5 horas e 30 minutos simulando as atividades do dia do ENEM.

Se outras necessidades forem detectadas no retorno das aulas presenciais serão organizadas as melhorias devidas.

 

12 – Os alunos que não podem participar das aulas remotas ou que não entregam as atividades ficarão prejudicados?

O estudante que não pode participar das atividades não presenciais, por motivos previamente apresentados pela família, analisados e aceitos como reais impedimentos pela Orientadora e Coordenadora Pedagógica, terá a oportunidade de participar do processo de reajustes no retorno das aulas presenciais.

Os ajustes pedagógicos individuais e coletivos, e de carga horária, serão adotados no retorno das aulas presenciais.

 

13 – Como serão tratados os alunos de inclusão?

Os alunos de inclusão já recebem a devida atenção individualizada que constam nas necessidades clínicas apresentadas pelos Relatórios dos Especialistas e as orientações pedagógicas contidas no PDI – Plano de Desenvolvimento Individual – construído pelo SOE, Coordenação Pedagógica e Professores.

Daremos continuidade ao PDI – bem como atendendo no período da avaliação diagnóstica as peculiaridades pedagógicas de cada caso de inclusão.

 

14 – No retorno das aulas presenciais será feita uma avaliação diagnóstica e também o nivelamento dos alunos?

Sim. Atividades avaliativas diagnósticas serão aplicadas para detectar as dificuldades e defasagens de aprendizagem individuais, por grupo, por turma e por série.

Para cobrir as possíveis lacunas existentes no processo de ensino-aprendizagem serão produzidos Planos de Desenvolvimento e/ou nivelamento para aqueles que necessitarem.

O compromisso da qualidade do ensino ofertado pelo ICJ está pautado no trabalho diagnóstico realizado no retorno das aulas presenciais com o objetivo de nivelar os conhecimentos apreendidos pelos estudantes no período do trabalho não presencial, desta forma o nivelamento poderá acontecer para toda uma turma, parte dela ou para pequenos grupos.

Informamos ainda que o Processo Avaliativo sofrerá alteração, tanto na quantidade de etapas letivas, quanto nas estratégias de avaliação, ou seja, vamos rever a porcentagem de pontos destinados para as avaliações individuais, trabalhos, atividades coletivas, etc. NÃO SE TRATA DE RELAXAR O PROCESSO AVALIATIVO ICJ MAS ADEQUÁ-LO AO MOMENTO PEDAGÓGICO.

 

15 – Como será a reposição das aulas de inglês que ficaram mais prejudicadas com o processo de aulas não presenciais?

O Colégio ICJ, como escola formadora de estudantes bilíngues, dará a mesma atenção para o Programa de Educação Bilíngue.  A reposição das aulas de inglês segue a mesma regra das demais disciplinas. Caso seja diagnosticado que é necessário realizar ajustes de conteúdo e/ou de carga horária, as metas dessa disciplina serão replanejadas, principalmente para as turmas do 1º e 2º períodos da Educação Infantil e para as turmas do 1º ao 4º Ano do Fundamental.

 

16 – Educação Infantil:

16.a – Como será a reposição das aulas da Educação Infantil no futuro?

A Educação Infantil é regulada pela SMEd – Secretaria Municipal de Educação, e esta, até o momento, não se pronunciou quanto à manutenção das atividades de forma remota, ainda assim, o Colégio ICJ definiu por manter esta modalidade em funcionamento, mesmo que a reposição destes dias seja definida posteriormente de forma integral.

Até o momento estamos considerando e organizando o calendário de retorno das aulas presenciais contando com a exigência da LDB das 800 horas anuais.

Dependendo do período de retorno faremos reposição utilizando sábados, feriados e emendas de feriados, bem como, se necessário, a ampliação da Carga Horária Diária.

 

16.b – Para que servem as atividades enviadas para os alunos da Educação Infantil agora?

As atividades têm por objetivo:

  • Buscar o melhor aproveitamento do ano letivo;
  • Reduzir os danos causados pela suspensão das aulas presenciais;
  • Manter ativo o processo de ensino-aprendizagem dos alunos;

O compromisso do Colégio ICJ, informado desde os primeiros comunicados, é reduzir os danos causados pela suspensão das aulas presenciais e manter ativo o processo de ensino-aprendizagem dos alunos. No caso específico dos alunos da Educação Infantil isso realiza-se por meio das atividades produzidas pelas professoras de cada turma e enviadas semanalmente por e-mail para os pais, assim como o encontro semanal das crianças com as professoras por meio de uma videoconferência da plataforma Zoom. Acreditamos que, desta forma, estamos contribuindo para que os alunos não percam o ritmo das atividades escolares e também não fiquem ociosos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *