Júri Simulado do livro “Senhora”

Alunos do 2º ano do Ensino Médio participaram de um júri simulado com a professora Alexsandra dos Santos, tendo como base o livro Senhora, de José de Alencar (1875).

A aluna Flora Machovsky explica que, “nesse julgamento, personagens do livro, que foram incorporados pelos alunos, eram julgados e testemunhavam perante a juíza e os jurados, que decidiriam o veredito final”.

Gabriela Silva conta que atuou como advogada de acusação e pôde aprender a fazer uma interpretação de modo bem incomum a respeito do conteúdo abordado pelo livro.

A aula demandou a realização de pesquisas para que a turma obtivesse o domínio vocabular da obra, permitindo que problematizasse a linguagem e explorasse sua capacidade argumentativa, ressignificando o papel da mulher no século XXI.

“Para mim o projeto do Júri Simulado foi uma boa oportunidade para refletir sobre o papel social da mulher na sociedade, a partir do momento que analisamos um livro do século XIX, com perspectivas jurídicas atuais. A proposta feita pela professora Alexsandra permitiu-nos ampliar o conhecimento de mundo em relação à legislação brasileira, o que será útil para a redação do ENEM, posteriormente. Além disso, o debate entre os grupos se mostrou importante para expor opiniões diversas, assim como análises antagônicas de um mesmo tema.”, relata Isadora Reis.

Júlia Melo reforça a fala da colega afirmando que, ao utilizarem de conceitos legais, ampliaram seus conhecimentos civis e habilidades discursivas. “Foi ótimo perceber, durante o debate, como o livro Senhora se mantém tão atual.”

Flora conclui que esse projeto foi importante no desenvolvimento do senso crítico dos alunos, que buscaram, na Constituição de 1988, acusações e defesas para conceitos do século XIX considerados hoje contra a lei.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *