Cotação de histórias na Educação Infantil

A contação de histórias é uma das práticas mais antigas de que se tem registro e faz parte da história de vários povos, tendo em vista que narrativas orais são passadas de geração a geração desde a antiguidade em um contínuo processo de recriação.

Vale destacar que contar uma história é diferente de ler uma história. O contador utiliza elementos como gestos, ritmo, entonação e expressões faciais para criar imagens que ajudem a despertar sensações e ativar em seu público os sentidos do paladar, audição, tato, visão e olfato.

É isso que a professora da Educação Infantil, Maritsa Merri, faz ao encenar a Dona Maricota, uma personagem que costuma “visitar” os alunos do 1º período para contar suas narrativas carregadas de emoção.

Nas aulas dos dias 23 e 24/04, Dona Maricota contou para as crianças a história inventada da malvada bruxa que prendeu as princesas na torre do castelo e que, no final, foi derrotada por valentes príncipes em seus belos cavalos que se aventuraram para resgatar as lindas donzelas.

Maritsa – ou melhor, a Dona Maricota – não só despertou a atenção dos alunos, mas também fez com que se tornassem os próprios personagens da narrativa. Assim, com muita improvisação e interpretação, garantiu o envolvimento e diversão das crianças!

(Fonte: http://ceale.fae.ufmg.br/app/webroot/glossarioceale/verbetes/contacao-de-historias)

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *