Lançamento da revista Estudantes em Movimento

Na manhã do dia 09/08, o ICJ foi palco do lançamento da revista Estudantes em Movimento, que contou com a presença de alunos, pais, professores, coordenadores e diretores do Colégio.

De caráter científico, a revista é integrada por artigos escritos por alguns estudantes do Ensino Médio na primeira etapa da disciplina Gestão de Projetos.

Os temas abordados foram definidos junto com a coordenação, os professores e o tutor dos projetos e seguiram os interesses e a curiosidade dos estudantes. Foram colocados em pauta assuntos como mineração e sustentabilidade, fake news, o papel da mulher e publicidade infantil.

Após diversos encontros, em diferentes espaços, os alunos realizaram pesquisas, desenvolveram entrevistas, tabularam dados, formularam hipóteses, levantaram situações-problema e propuseram soluções. A síntese desse processo deu origem aos artigos em questão.

No lançamento, dois grupos apresentaram seus trabalhos e defenderam a teoria descoberta ou pesquisada.

Foi um grande momento de confraternização e troca de aprendizados!

Confira as fotos: https://flic.kr/s/aHsmgAbBkW

Ensino Médio recebe a psicóloga e coach Sandra Perez

Dia 06/08, a psicóloga e coach Sandra Perez apresentou para as turmas do 2º e 3º anos do Ensino Médio o trabalho motivacional e de orientação profissional que desenvolve com jovens.

Na ocasião, Sandra realizou uma dinâmica para que os alunos pudessem compreender melhor sua proposta, dividida em quatro encontros, que contemplam testes psicológicos, de raciocínio lógico, de inteligência e de interesse profissional.

Sandra parte do princípio de que o aluno deve se conhecer, ter a percepção de sua capacidade e de seus talentos, enfatizando a reflexão: “O que eu quero ser para fazer o mundo crescer?”. Isso porque, neurologicamente, saber qual carreira seguir ajuda a aumentar a motivação. 

O trabalho não tem a pretensão de indicar a profissão a seguir, mas oferecer ao aluno possibilidades de enxergar seu perfil nas áreas do conhecimento auxiliando-o na definição de sua vocação profissional.

Confira as fotos em: https://flic.kr/s/aHskCvcwUH 

 

Projeto “Estudantes em movimento”

Alunos do Ensino Médio ICJ estão participando de atividades práticas de gestão de pesquisas elaboradas por meio de métodos científicos.

O projeto tem por objetivo desenvolver habilidades e competências alinhadas aos 4 pilares da educação do século XXI pautados pela UNESCO: aprender a conhecer, aprender a fazer, aprender a conviver e aprender a ser.

Divididos em times, inicialmente os alunos discutiram sobre as áreas que fazem parte dos itinerários formativos (Humanas, Social e Científica) e escolheram entre um dos temas apresentados pelo professor.

Definido o escopo da ideia, começaram a realizar leituras diversas, a partir das quais ampliaram o leque de possibilidades das pesquisas e buscaram novos rumos seguindo seus interesses e curiosidades.

Em encontros semanais nas salas para estudo, biblioteca e laboratórios, oportunizou-se a interação do espaço escola com os jovens, possibilitando que percebessem que é possível conectar com as pessoas em um espaço interativo.

Nesse processo, foram feitas intervenções dos professores e do tutor dos times, que norteavam a construção do conhecimento.

A partir do contato com textos acadêmicos, artigos científicos e realização experimentos, os grupos formularam hipóteses, levantaram situações problemas, propuseram soluções e elaboraram um artigo.

O fechamento do projeto contou também com apresentações orais nas quais os alunos defenderam a teoria descoberta ou pesquisada.

Os artigos melhores avaliados integraram uma revista científica elaborada no Colégio e alguns projetos selecionados pelos orientadores foram estão inscritos no concurso UFMG Jovem.

No geral, os alunos entraram em contato com temáticas que irão auxiliá-los a definir suas trajetórias futuras. Além disso, conseguiram articular informações e construir conteúdos relevantes a partir do conhecimento absorvido, desenvolvendo habilidades cognitivas de forma gradativa e contribuindo para formação em uma sociedade em constante transformação.

Confira algumas fotos: https://flic.kr/s/aHskFahoW5

Júri Simulado do livro “Senhora”

Alunos do 2º ano do Ensino Médio participaram de um júri simulado com a professora Alexsandra dos Santos, tendo como base o livro Senhora, de José de Alencar (1875).

A aluna Flora Machovsky explica que, “nesse julgamento, personagens do livro, que foram incorporados pelos alunos, eram julgados e testemunhavam perante a juíza e os jurados, que decidiriam o veredito final”.

Gabriela Silva conta que atuou como advogada de acusação e pôde aprender a fazer uma interpretação de modo bem incomum a respeito do conteúdo abordado pelo livro.

A aula demandou a realização de pesquisas para que a turma obtivesse o domínio vocabular da obra, permitindo que problematizasse a linguagem e explorasse sua capacidade argumentativa, ressignificando o papel da mulher no século XXI.

“Para mim o projeto do Júri Simulado foi uma boa oportunidade para refletir sobre o papel social da mulher na sociedade, a partir do momento que analisamos um livro do século XIX, com perspectivas jurídicas atuais. A proposta feita pela professora Alexsandra permitiu-nos ampliar o conhecimento de mundo em relação à legislação brasileira, o que será útil para a redação do ENEM, posteriormente. Além disso, o debate entre os grupos se mostrou importante para expor opiniões diversas, assim como análises antagônicas de um mesmo tema.”, relata Isadora Reis.

Júlia Melo reforça a fala da colega afirmando que, ao utilizarem de conceitos legais, ampliaram seus conhecimentos civis e habilidades discursivas. “Foi ótimo perceber, durante o debate, como o livro Senhora se mantém tão atual.”

Flora conclui que esse projeto foi importante no desenvolvimento do senso crítico dos alunos, que buscaram, na Constituição de 1988, acusações e defesas para conceitos do século XIX considerados hoje contra a lei.

Aula prática de Língua Inglesa

A professora de Língua Inglesa do 2º ano do Ensino Médio, Andréa Viola, desenvolveu uma atividade interativa para a turma.

Com o intuito de despertar o interesse dos alunos, Andréa propôs que eles utilizassem os celulares no processo de leitura dos códigos QR’s e encontrassem pistas para preencher uma cruzadinha.

Assim, com as palavras da cruzadinha, os estudantes completaram a letra de uma música, leram, cantaram e interpretaram, oralmente, a canção.

Aulão interdisciplinar do Ensino Médio

No dia 05/07, alunos do 3º ano do Ensino Médio participaram de um aulão interdisciplinar de Biologia e Redação preparado pelos professores Ricardo Silva, Cíntia Melo Combat e Nilvânia Gonçalves.

A proposta teve por objetivo ensinar os alunos a usar as áreas do conhecimento como repertório cultural na Redação do Enem, fomentando o processo argumentativo a partir da análise, interpretação e relacionamento de dados e informações.

Na ocasião, abordou-se o tema doenças sexualmente transmissíveis. Foi debatido e estudado o vocabulário específico da área de Ciências da Natureza, bem como o contexto social, histórico e cultural relacionado ao assunto. Colocou-se em pauta tópicos como definições, relevância, impacto, causas, consequências, profilaxia e medidas governamentais no que diz respeito às DSTs.

Com isso, os alunos puderam aprender mais sobre um problema de saúde pública vinculado aos vieses de cidadania, senso crítico, responsabilidade social!

Confira as fotos: https://flic.kr/s/aHsmouYTfK

Aula de Robótica do Ensino Médio

Utilizando a metodologia proposta pela Zoom Education, as turmas de 9º ano aprenderam sobre as diferenças entre peso e massa e as diferentes maneiras de medir a massa dos objetos.

O desenvolvimento da aula se deu a partir da leitura de textos sobre instrumentos e sistemas de medida. Em seguida, separados em equipes, os alunos construíram o protótipo de uma balança e compreenderam o seu funcionamento, especialmente o uso do sensor giroscópio, responsável pela detecção da variação angular causada por cada uma das massas colocadas na balança.

Por fim, as equipes foram desafiadas a programar o equipamento da Lego Mindstorm EV3 para que a variação angular no sensor giroscópio fosse mostrada no visor de forma a estabelecer a relação entre massa e grau.

Nessa aula, as alunas Izabela Garcia (9ºA) e Maria Eduarda (9º B) conseguiram, através da programação, ir além da atividade e transformaram o protótipo em uma balança digital.

Assim, foram desenvolvidas, de maneira efetiva, as competências de modelar, raciocinar e realizar investigações!

Torcida ICJ na copa do mundo

No dia 02/07, alunos de todos os segmentos do ICJ se reuniram com o corpo discente, docente e técnico administrativo do Colégio para assistirem, juntos, em um telão na quadra da escola, ao jogo do Brasil nas oitavas de final da Copa do Mundo 2018.

Foi um momento único de integração e muita alegria. Todos vibraram com os lances e comemoraram pra valer os gols feitos pela seleção brasileira contra o México.

E a vitória do Brasil, com um placar de 2×0, agitou ainda mais a torcida ICJ, que celebrou a classificação para as quartas de final, que será disputada na tarde de sexta-feira.

Confira as fotos e vídeos: https://flic.kr/s/aHsmojVxgn

Oficina de produção textual do Ensino Médio

No dia 28 de junho, os alunos do 2º ano do Ensino Médio participaram de uma oficina de produção textual diferenciada!

O professor dividiu a turma em dois times, que tiveram uma aula para discutir e produzir um texto dissertativo-argumentativo compartilhado. Com a atividade, cada estudante colaborou para a confecção do texto final e, em seguida, os grupos defenderam os argumentos levantados.

A segunda aula contou com um debate, mediado pelo professor, no qual os estudantes colocaram em prática suas habilidades e estratégias argumentativas. “É sensacional ver o empenho e a autonomia da turma! Mesmo dividindo-os em dois grupos, eles assumiram uma nova divisão, cada grupo procurou atender aos cinco critérios estabelecidos pelo ENEM. Além disso, ver os educandos expostos às práticas orais e discursivas é uma experiência inexplicável”, afirma o professor Angelo Sá.

Prática laboratorial do Ensino Médio

No dia 14/06, os alunos do 3º ano do Ensino Médio participaram de uma prática laboratorial sobre reações químicas.

O objetivo da aula prática foi identificar a presença de vitamina C em diversos sucos de frutas, por meio da reação de oxirredução. Os educandos receberam uma folha com todos os procedimentos e sob a orientação da professora Maria Esther e auxiliar de laboratório Cintia Ferreira, desenvolveram a experiência. Através da adição de iodo à solução amilácea, a vitamina C provocou a redução do iodo, causando reações nessa solução.

Os alunos aprenderam que o suco fora da geladeira (exposto ao ambiente natural), cerca de 1 hora, reage com a vitamina e com o oxigênio no ar, sendo totalmente destruída. Na geladeira, essa reação é mais lenta, então a vitamina C demora mais tempo para ser destruída.

A aluna Jade Avelar relatou que achou interessante descobrir a quantidade de vitamina C no suco de limão industrializado. “A experiência é muito válida em nosso dia a dia, quando a gente consegue perceber, na prática, passamos a visualizar os produtos com outro olhar”, conta.

Marcelo Vila Real concorda com a colega de turma: “A experiência em laboratório apresentou-me uma forma de visualizar um dos elementos importantes do dia a dia (vitamina C). Como estudantes, acredito que a essência da escola está nas pequenas atividades, que despertam a curiosidade dos sujeitos os quais ficam felizes em participar de práticas escolares”.

Confira as fotos: https://flic.kr/s/aHsmhVkX7S